A Aporvela apresentou-se, através de um consórcio de xx entidades públicas e privadas a um concurso no âmbito do INTERREG – POCTEP com um projecto intitulada “CENTRO “MAGALLANES” PARA EL EMPRENDIMIENTO DE INDUSTRIAS CULTURALES Y CREATIVAS” que foi aprovado no dia xx de xx de 2018.

Nesse âmbito, a Aporvela propõe-se a, de uma forma resumida, desenvolver as seguintes ações:

Ações a desenvolver:
1. Deslocação da Caravela Vera Cruz aos seguintes portos das costas alentejana, algarviae andaluza: Sines; Portimão, Vila Real de Santo António, Huelva, Sevilha, Cádiz, Sanlúcar
de Barrameda – estadia da embarcação em cada porto por um período de 7 dias, incluindo período para visitas escolares gratuitas a acordar com autarquias locais (em
português e castelhano) e visitas gratuitas do público em geral, representando um total de 49 dias de embarcação aberta, 9 dias de navegação, 154 tripulantes e uma
expectativa de 49000 visitantes.

Reorganização e adaptação programática do perfil educativo das visitas escolares para inclusão da rota de Magalhães e das especificidades históricas da circum-navegação, bem como a sua adequação aos diferentes níveis escolares e respetivos conteúdos educativos.

Serão produzidos materiais de apoio à visita (impressos e digitais) e de pré-preparação para o professor, bem como painéis de suporte e uma pequena videografia sobre a rota da circum-navegação. Todos os materiais serão trilingues (português, castelhano, inglês).
Será considerada a participação de instituições de ensino superior na reconfiguração do programa cultural e educativo.

2. Uma viagem transoceânica de revivalismo da rota idealizada por Fernão de Magalhães a ser cumprida no 500º aniversário da mesma.
Esta viagem será efetuada pela caravela Vera cruz, tripulada por membros da Aporvela, por jovens investigadores de instituições escolares (ensino secundário e superior) do Alentejo, Algarve e Andaluzia e da rede de Universidades Magalhânicas e por cidadãos da diáspora portuguesa e cidadãos de países da rede de Cidades Magalhânicas e por artistas que possam, de algum modo, disseminar de forma criativa e moderna a viagem da circum-navegação (escritores, fotógrafos, youtubers, bloggers, pintores, etc.).
Esta viagem, com uma duração aproximada de 15 meses e que passará por dezenas de países e portos possibilitará fazer da embarcação uma embaixada flutuante do projeto e proporcionará a oportunidade de promoção da internacionalização económica através de apresentações públicas e divulgação de serviços, produtos e marcas.

3. Dotação da caravela Vera Cruz de meios técnicos e científicos tendentes à realização de uma viagem transoceânica com a realização de experiências científicas a bordo, nomeadamente a aquisição de um dessalinizador, piloto automático, equipamento de comunicação, navegação, sinalização, segurança, frio, vestuário de mar adequado às latitudes a encontrar, bem como de aquisição de massame, poleame, velame e palamenta adequada à viagem e a manutenção e a reconversão de espaços internos da embarcação para esta nova tipologia de utilização que configurem
a caravela Vera cruz como uma embarcação de cariz científico de apoio.
Será necessário um proceder a obras de revisão e manutenção prévias à viagem no sentido de preparar a embarcação no âmbito da segurança e da navegação.
Em todas as viagens e portos visitados será recolhida informação de carácter científico nomeadamente sobre a qualidade da água, lixo marinho, temperatura, salinidade,
conductividade, etc e a mesma poderá ser carteada em mapa digital.
No final da atividade a caravela poderá ser utilizada por instituições científicas e/ou deensino superior das região nas suas campanhas oceanográficas.

Objetivos:
Melhoria de uma infra-estrutura náutica com o objetivo de a dotar de competências e meios para a realização de expedições científicas de apoio ao I&D de Portugal e Espanha;
Potenciar a internacionalização das empresas da região, da sua cultura, património e potencialturístico através de uma embaixada flutuante.

Indicadores:Número de artigos científicos: 10
Número de investigadores: 50
Número de Centros de Investigação: 15
Número de artistas: 50

Meios:
1. Caravela Vera Cruz
2. Voluntários da Aporvela
3. Meios de Comunicação da Aporvela
4. Reforço da equipa de colaboradores da Aporvela com 2 novos funcionários
5. Assessoria de comunicação

Plano de comunicação:
Criação de pequeno vídeo de suporte ao programa de visitas escolares
Apresentação pública da ação
Apresentação pública dos resultados da ação
Utilização de vídeo-blog a partir da caravela com apresentações de jovens e cientistas
Contratação de assessoria de comunicação
Utilização do site e das redes sociais da Aporvela
Criação da mascote Fernão
Merchandising alusivo
Papers científicos
Foto-livro da circum-navegação
Ebook com diário de bordo de todas as atividades na caravela
Documentário televisivo de âmbito mundial
Produtos criativos e artísticos decorrentes das navegações