Caravela Vera Cruz

A caravela foi uma embarcação inventada e usada pelos Portugueses durante o período dos Descobrimentos nos séculos XV e XVI.

A caravela portuguesa era uma embarcação rápida, de fácil manobra, apta para a bolina, de proporções modestas e que, em caso de necessidade, podia ser movida a remos. As caravelas eram embarcações de fraco calado que podiam facilmente subir os rios da costa africana.
Foi numa Caravela que Bartolomeu Dias dobrou o Cabo da Boa Esperança, em 1488.

A Caravela Vera Cruz é uma réplica exacta das antigas caravelas portuguesas

Foi construída no ano 2000 no estaleiro naval de Vila do Conde no âmbito da comemoração dos 500 anos do Descobrimento do Brasil.

Destina-se a possibilitar o treino de vela e experiências de mar, sobretudo a jovens, a participar em provas e outros eventos náuticos, à investigação do comportamento e manobra das antigas caravelas e à realização de visitas de estudo com escolas em Lisboa e outros portos nacionais.

A caravela Vera Cruz é tripulada pelos sócios da Aporvela que se voluntariam em viagens de treino de mar e vela, sobretudo direccionadas para os jovens.

Ficha técnica

Comprimento: 23,8m
Boca: 6,5m
Calado: 3,3m
Mastro Grande:
Altura: 18m
Verga: 26m
Vela: 155m2
Mezena:
Altura: 16m
Verga: 20m
Vela: 80m2
Motor auxiliar:
Penta Volvo 190cv
Alojamentos: 22 tripulantes

Materiais utilizados

Forro, Borda falsa, Sobrequilha e Mastros:Pinheiro bravo
Balizas: Carvalho e sobro
Convés e Tombadilho: Câmbala  
Vergas:
Fibra de carbono